-
-

LONGA É A ARTE, TÃO BREVE A VIDA

-
-
-

sábado, 27 de junho de 2009

A palheta de Mondrian, de Nilton Mendonça.


A arte homenageia outra arte
-

9 comentários:

tertulías disse...

Voce hein? Sempre nos surpreendendo! Que maravilha!!!!

Isa disse...

Olá Patrickissimo, vim te visitar também já q vc andou fazendo confissões no meu blogue. É é sempre uma agradável surpresa ver a ARTE aqui. Bjo

Fabricante de Sonhos disse...

Olá!
Simplesmente LINDA esta obra!!!
Colorida, alegre, divertida, leve!
Combinou comigo.
Passa felicidade!
E arte... que é o que não falta por aquiiii!!!

Tenha uma semana linda e abençoada!

Um beijo meu...

DoUgLaS BaRrAqUi disse...

Ola meu caro amigo...
estava eu a bisbilhotar ..
e comecei a me endagar
a mercê da frase: "um metro quadrado de arte, por favor!"

bem poblematizada a frase e eu acabei passando por vários viés interpretativos...

poderia me explanar melhor?

grande abraço amigo!
e um metro quadrado de arte, por favor!

Anônimo disse...

Patrick,

fico feliz de você ter colocado uma obra minha no seu blog...

Gostei muito...

Continue prestigiando as artes.

Um grande abraço,

Nilton Mendonça

VANUZA PANTALEÃO disse...

Um grande modernista holandês. Uma história de vida e obra fantásticas.
A homenagem é válida e, plasticamente, tem tudo a ver com Mondrian.
Parabéns ao Nilton Mendonça e a você, Patrick!!Bjs

VANUZA PANTALEÃO disse...

Com certeza, amigo!
O Divino se insere até na própria Arte de Viver.
Uma boa noite!
PS: Peço-lhe licença para passear por alguns dos seus blogs preferidos, tendo em vista a sua elevada capacidade de escolha.

DoUgLaS BaRrAqUi disse...

Ola meu caro amigo
MUITO BOM!
"um metro quadrado de arte, por favor!" sempre!
grande abraço!
muitas alegrias em decorrência do sucesso!

Dianah B disse...

FOFO !!!