-
-

LONGA É A ARTE, TÃO BREVE A VIDA

-
-
-

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Moça na Janela (1957) e Mulata, de Emiliano Di Cavalcanti.


Que haja toda a arte que houver em nossas vidas

2 comentários:

tertulías disse...

Mas que maravilha... qualquer palavra para descrever a obra de di cavalcanti é supérflua!

iuri disse...

Amei seu blog pra ficar mais perfeito falta ter o nome dos artistas e das obras. Vou voltar pra ver se vc colocou !! PARABENS.

iuri_she@hotmail.com