-
-

LONGA É A ARTE, TÃO BREVE A VIDA

-
-
-

sábado, 25 de abril de 2009

Depois de nós, de Carlos Maltz.

Colheita de cocos, de Enrico Bianco, 2002. Hoje os ventos do destino
Começaram a soprar

Brincadeiras de Crianças, de Ricardo Ferrari.Nosso tempo de menino
Foi ficando para trás

O Moinho, de Harmensz van Rijn Rembrandt, 1650.
Com a força de um moinho
Que trabalha devagar

O Caminho de Louveciennes, de Camille Pissarro, 1872.
Vai buscar o teu caminho
Nunca olha para trás

A Persistência da Memória, de Salvador Dali, 1931.
Hoje o tempo voa nas asas de um avião
Sobrevoa os campos da destruição
É um mensageiro das almas
dos que virão ao mundo
Depois de nós

Figura na Paisagem, de Mário Gruber, 1978.
Hoje o céu está pesado
Vem chegando temporal
Nuvens negras do passado

Flores da Maldade, de René Magritte, 1946.
Delirante flor do mal
Cometemos o pecado
De não saber perdoar

Mulher Sentada, de Oxana Norozniak, 1980.
Sempre olhando para o mesmo lado
Feito estátuas de sal
-
A Desintegração da Persistência da Memória,
de Salvador Dali, 1952-1954.
Hoje o tempo escorre dos dedos da nossa mão
Ele não devolve o tempo perdido em vão
É um mensageiro das almas
dos que virão ao mundo
Depois de nós

Via Lumini, de Cláudio Dantas, 2006.
Meninos na beira da estrada
escrevem mensagens com lápis de luz
Serão mensageiros divinos,
com suas espadas douradas, azuis
Na terra, no alto dos montes,
florestas do Norte, cidades do Sul
Meninos avistam ao longe
A estrela do menino Jesus

12 comentários:

Anônimo disse...

PATRICK,
MAIS UMA VEZ, AGRADEÇO SEU CARINHO.
ESTAMOS SEMPRE AÍ!
CLAUDIO

Edson Lariucci disse...

Olhe bem! Sinceridade: vc tem uma percepção além da média! Eu viajo nas telas que vc coloca aqui!!! Lindo de se ver!

Bom Domingo!!!!

ABraços!

Carlos disse...

olá mano...muito bonito este trabalho...velew...[]s C.Maltz.

Thiago Diezel disse...

Opa, meu nome é Thiago e administro o site do Maltz. Posso replicar esse conteúdo em nosso blog ?

Efigênia Coutinho disse...

O teu bom gosto, eu até diria o teu "faro"pelas belas artes, nos leva a telas soberbas, onde viajamos na imagem e na palavra , que você escreve e da o sentido da arte em si.
Gosto de visitar este seu espaço, aqui permaneço bom tempo , para poder assimilar o conteúdo dentro dum todo,
boa semana,
beijos
Efigênia Coutinho

"Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho." (James Greene )

Patrickíssimo disse...

Olá Thiago...respondendo sua pergunta: pode replicar o conteúdo do blog sim. Grato pelo interesse. Abraço.

Anônimo disse...

Patrick, vi seu blog.
Pode manter a obra o tempo que quiser e se precisar de imagens e só avisar.

Abraços

Paulo/Enrico Bianco

tertulías disse...

estou de pleno acordo com edson: sua percepcao nao é mais do que a média, sua percepcao é uma coisa fantástica e emocionante!!!!!!!!!

Fabricante de Sonhos disse...

É sempre bom passar por aqui, Patrick!
E tomar mais uma dose de arte!

Belas telas, assim como é belo o texto que as acompanha!

Uma viajem!

Tenha um ótimo final de semana!

Beijo meu...

Fabricante...

JotaSP disse...

____________________________ muito interessante______________________________



muito

assim «««

Tais Luso de Carvalho disse...

Oi, Patrick, tudo maravilhoso, com preferência para a obra de Pissarro / 1872...Adorei.

bj
tais luso

Angélica Lins disse...

A música depois de nós é mesmo fantástica, assim como suas postagens.
Uma sinfonia de percepção e sensibilidade!

Muita luz...