-
-

LONGA É A ARTE, TÃO BREVE A VIDA

-
-
-

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Série Bailarinas!

-
O poeta e a bailarina, de Fernanda Rodante.
-
Ritmo, de Lélio Coluccini.

Bailarina, de Augusto Higa.

Bailarina I, de Liliana Méndez.
A bailarina, de Pierre-Auguste Renoir, 1874.

Transposição, de Cláudia Stern, 1984.

Bailarina com ramo de flores no cenário, de Edgar Degas, 1877.

Bailarina II, de Liliana Méndez.

-
Passos ensaiados, de Washington Maguetas, 2005.

A insustentável leveza da arte!

11 comentários:

Paulo - Intemporal disse...

Grato pela visita.

Pelo comentário.

Pernoito-me aqui, na passagem dos dias findos.

Parabéns pelo espaço. aqui.

E quem canta no Intemporal é Wim Mertens.

Íssimo abraço meu.

e re.voltarei sempre.

tertulías disse...

lindo, lindo, lindo...

Anônimo disse...

Bom, muito bom Patrick. Obrigado.

Veja o blog Poética e Cotidiana. Linda poesia para algumas obras minhas.

Me diga se gostou.

Um abraço: W.Maguetas

Efigênia Coutinho disse...

Patrick, quando me demoro a voltar neste espaço, sinto falta das suas belíssimas postagem, e hoje você usa o tema bailarinas, o que eu aprecio muito, as suas postagem estão soberbas, e fica dificil escolher uma delas,mas escolhi uma delas,
Passos ensaiados, de Washington Maguetas, 2005.

Meus cumprimentos,
Efigênia Coutinho

Paulo - Intemporal disse...

Patrick

venho agradecer.te o carinho e retribuir.te o gesto com que me acrescentas.

num dia tão especial como o de hoje, cumpre.me desejar.te um dia muito feliz.

um feliz dia da mãe.

abraço.te Patrick, na insustentável leveza da arte tão tua.

e saio. comovido.

Geanina Codita disse...

Imagen y texto son excelentes combinados. Felicidades!
http://translate.google.com/translate?js=n&prev=_t&hl=ro&ie=UTF-8&u=www.geaninacodita.blogspot.com%0D%0A&sl=ro&tl=es&history_state0=ro|es|Imaginea%2520%25C5%259Fi%2520textul%2520sunt%2520excelent%2520%25C3%25AEmbinate.%2520Felicit%25C4%2583ri!%2520%250A%250A

Anônimo disse...

Obrigada, Patrick!
Voce é genial!!!!!!!!
Seu site é 10...
Beijoooooooooooo

Fernanda Rodante.

lucette virelle disse...

Votre blog est vraiment très intéressant, il nous fait ressouvenir de peintures parfois oubliées, merci.

Rabisco disse...

No correr das gargalhadas do dia são estas obras de arte que me encheram a vista e me trouxeram a este maravilhoso espaço!

Muitos parabéns pelo blogue.

É realmente muito bom!
Serei um seguidor atento!

=)

Pucci disse...

"quando abro o guichê
É quando ela abaixa a cortina
Eu sou funcionário
Ela é dançarina
Abro o meu armário
Salta serpentina"

Dançarina de Chico =D

Estive aqui também!

Mente Hiperativa disse...

Bailarinas, sempre singelas, leves e elásticas.