-
-

LONGA É A ARTE, TÃO BREVE A VIDA

-
-
-

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Salão de Deus, de René Magritte, 1948.

-

A Arte, essa asa delta de Deus, é antídoto!
-

4 comentários:

linda lourenco disse...

maravilhoso!o teme,a pintura e o texto que acompanha :)abraço.

. intemporal . disse...

. obrigado,,, amigo .

. e, hoje deixo: .

. um hipotético "caminho": .

http://terracosdeumanjo.blogspot.com/

. um bom fim de semana .

. sempre e para sempre,,, .

. paulo .

tertulías disse...

Eu nao conhecia este lado, fase de Magritte. Que poesia de cores... Tenho que confessat que só conheco o "protótipo" do seu trabalho... como por exemplo aquela "chuva de homens de preto e chapéu" (sérá que foi ali que se baseou a música" It's raining Men"? He he!).
Adorei a postagem - me enriqueceu!
Ricardo

Tais Luso de Carvalho disse...

«As pessoas que procuram significados simbólicos não conseguem captar a poesia e o mistério da imagem... As imagens têm de ser vistas tal como são.»
(Magritte).

Linda essa obra, cores, luminosidade e leveza.
Um dos meus preferidos.
Bjs, amigo!

Tais luso